Buscar

Wabi-sabi e a beleza fora dos padrões

Atualizado: 12 de Out de 2019


A foto mostra uma cumbuca de madeira perfurada com uma pequena vela acesa dentro. Ao lado, um bowl rústico de cerâmica verde com chá dentro. Atrás, parte de outra cerâmica. Estão sobre uma superfície de madeira escura com visual rústico
Foto: Marcelo Machado

Wabi-sabi é um conceito japonês antigo, difundido pelo Zen-budismo. Resumindo superficialmente, ele fala da beleza das coisas imperfeitas, incompletas e transitórias.


Na Maipeesu, a relação com essa filosofia se dá no uso de fibras naturais - bonitas na sua rusticidade e no seu desgaste com o tempo - e nos bordados e pinturas feitos à mão: um respingo a mais ali, uma laçada tortinha aqui, e cada peça vai se fazendo através de características únicas e intransferíveis - como cada um de nós!


Sugerimos também não passar algumas peças, somente dar aquela "sacudidinha básica" após a lavagem e pendurar no cabide. Encare os amassadinhos como um exercício de wabi-sabi, e ainda evite a fadiga e o desperdício de energia! :)

Um filme bem bacana que, a meu ver, fala de wabi-sabi de um jeito indireto é a A Partida. Afinal, a gente tende a acreditar que não tem coisa mais "inconveniente" na vida que a morte. Ou um péssimo emprego rs. E o que tem pra hoje é = Lidar com essas questões difíceis e inevitáveis e, nos intervalos, encontrar a beleza em momentos simples e sutis :)

Aceitar - tentar, pelo menos - as imperfeições, as marcas do tempo, as mudanças e nuances da vida é libertador! 🖤


"There's a crack in everything, that's how the light gets in" - Leonardo Cohen

(há um rachadura em todas as coisas, e é por ela que a luz penetra)


Na foto, a modelo veste kimono-robe na cor cru sobre uma blusa preta. Ela sorri e olha para o vasinho de suculenta que segura na mão, Fundo da foto cinza, liso.
Primeira sessão de fotos, com Carol Tomasulo clicada por Douglas Coelho

#wabisabi #imperfeiçoes #aceitaçao #natureza #tecidosnaturais #modaslow